PROSSEGUE ADMINISTRAÇÃO DA SEGUNDA DOSE DA VACINA CONTRA A COVID-19 NAS ERPI DO IASFA

Foi ontem administrada, na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) do Centro de Apoio Social (CAS) de Oeiras, a segunda dose da vacina contra a COVID-19 aos residentes e profissionais que receberam a primeira dose no passado mês de janeiro. Foi ainda administrada a primeira dose aos demais residentes e profissionais que não puderam ser vacinados na primeira fase.

Este processo teve a coordenação e o apoio da autoridade de saúde local, não se tendo verificado reações adversas graves.

A administração da segunda dose da vacina contra a COVID-19 nas ERPI do IASFA teve início nos dias 9 e 12 de fevereiro, com a inoculação, respetivamente, de 211 pessoas do CAS de Runa e 79 do CAS do Porto.

WEBINAR SIMPLIFICAÇÃO DE PROCESSOS E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

No seguimento do Prémio IPPS-Iscte Políticas Públicas 2020, o Instituto para as Políticas Públicas e Sociais do ISCTE irá realizar, no próximo dia 08 de março, pelas 16:00, o 𝙒𝙚𝙗𝙞𝙣𝙖𝙧 𝙎𝙞𝙢𝙥𝙡𝙞𝙛𝙞𝙘𝙖𝙘̧𝙖̃𝙤 𝙙𝙚 𝙋𝙧𝙤𝙘𝙚𝙨𝙨𝙤𝙨 𝙚 𝙏𝙧𝙖𝙣𝙨𝙛𝙤𝙧𝙢𝙖𝙘̧𝙖̃𝙤 𝘿𝙞𝙜𝙞𝙩𝙖𝙡, que irá abordar as políticas adotadas no âmbito da simplificação de processos e da transição digital.
O Webinar contará, entre outros convidados, com a participação de 𝗣𝗮𝘂𝗹𝗼 𝗝𝗼𝗿𝗴𝗲 𝗦𝗲𝗾𝘂𝗲𝗶𝗿𝗮, 𝗰𝗵𝗲𝗳𝗲 𝗱𝗮 𝗗𝗶𝘃𝗶𝘀𝗮̃𝗼 𝗱𝗲 𝗔𝗽𝗼𝗶𝗼 𝗦𝗼𝗰𝗶𝗮𝗹 𝗱𝗼 𝗜𝗔𝗦𝗙𝗔, que irá apresentar o projeto 𝙎𝙢𝙖𝙧𝙩𝙖𝙜𝙚𝙞𝙣𝙜 4.0 – 𝙏𝙧𝙖𝙣𝙨𝙛𝙤𝙧𝙢𝙖𝙘̧𝙖̃𝙤 𝘿𝙞𝙜𝙞𝙩𝙖𝙡 𝙙𝙖 𝘼𝙘̧𝙖̃𝙤 𝙎𝙤𝙘𝙞𝙖𝙡 𝘾𝙤𝙢𝙥𝙡𝙚𝙢𝙚𝙣𝙩𝙖𝙧 𝙣𝙤 𝙘𝙤𝙣𝙩𝙚𝙭𝙩𝙤 𝙙𝙖 𝙥𝙖𝙣𝙙𝙚𝙢𝙞𝙖 𝘾𝙊𝙑𝙄𝘿-19.
A participação no evento é aberta a todo o público e gratuita, mediante inscrição, aqui.

IASFA SEM CASOS ATIVOS DE SARS-COV-2

Pela primeira vez desde o primeiro caso detetado no final de março de 2020, no Centro de Apoio Social de Oeiras, o IASFA não regista qualquer caso ativo de infeção pelo SARS-CoV-2.

Contabilizam-se, assim, um total de 268 pessoas com teste positivo, das quais há oito óbitos a lamentar e 260 já se encontram recuperadas.

Todos os residentes e funcionários das estruturas residenciais para idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

INFORMAÇÃO DO EMGFA: VACINAÇÃO DA FAMÍLIA MILITAR CONTRA A COVID-19 NO HFAR

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) vai dar início à campanha de vacinação da Família Militar, de acordo com os critérios definidos no Plano de Vacinação Nacional contra a COVID-19.

Neste Plano são considerados prioritários, na Fase I de vacinação, os seguintes grupos:

A – Idade superior ou igual a 80 anos (ano de nascimento  anterior a 1941, inclusivamente);

B – Idade superior ou igual a 50 anos (ano de nascimento anterior a 1971, inclusivamente) com, pelo menos, uma doença de risco para COVID19 (Insuficiência Cardíaca, Doença Coronária, Insuficiência renal com TFG <60ml/min, DPOC ou doença respiratória crónica sob suporte ventilatório e/ou oxigenoterapia de longa duração).

Se é seguido regularmente no Hospital das Forças Armadas, faz parte de um destes grupos e pretende ser lá vacinado, ou obter declaração médica para comprovar a sua situação (grupo B), deverá preencher o formulário em disponível aqui para que o seu processo seja analisado e para ser contactado.

Este formulário encontra-se também disponível no site do EMGFA e do HFAR. Em caso de necessidade de esclarecimentos adicionais, poderá contactar o telefone: 913 226 492 ou e-mail: hfar_covid19@hfar.pt .

IASFA COM 9 CASOS ATIVOS

O IASFA regista, neste momento, 9 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2, que correspondem a um militar da Direção de Serviços da ADM e a três colaboradores e cinco residentes, um dos quais hospitalizado, do Centro de Apoio Social (CAS) de Oeiras.

À exceção do residente internado, todos os infetados estão assintomáticos ou com sintomas ligeiros, encontrando-se em quarentena nos respetivos quartos ou domicílios.

Contabilizam-se, assim, um total de 268 pessoas com teste positivo, das quais há oito óbitos a lamentar e 251 já se encontram recuperadas.

Todos os residentes e funcionários das estruturas residenciais para idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

IASFA LAMENTA FALECIMENTO DE DOIS RESIDENTES

O IASFA lamenta o falecimento de dois dos seus residentes do Centro de Apoio Social (CAS) de Oeiras, vítimas da COVID-19. Os óbitos ocorreram na passada segunda-feira, 15 de fevereiro.

Neste momento, registam-se 41 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2, todos no CAS de Oeiras, que correspondem a 10 colaboradores e a 31 residentes, três dos quais hospitalizados. Os restantes casos estão assintomáticos ou com sintomas ligeiros, encontrando-se em quarentena nos respetivos quartos e domicílios.

Contabilizam-se, assim, um total de 267 pessoas com teste positivo, das quais há oito óbitos a lamentar e 218 já se encontram recuperadas.

Todos os residentes e funcionários das estruturas residenciais para idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

SEGUNDA DOSE DA VACINA CONTRA A COVID-19 INICIADA NAS ERPI DO IASFA

De acordo com o programado, os residentes e profissionais das Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) do IASFA começaram a ser inoculados com a segunda dose da vacina contra a COVID-19.

Esta fase teve início nos dias 9 e 12 de fevereiro, com a inoculação, respetivamente, de 206 pessoas do Centro de Apoio Social (CAS) de Runa e 79 do CAS do Porto. Na ERPI do CAS de Oeiras, a administração da segunda dose da vacina aguarda marcação pelas autoridades de saúde competentes.

Tal como na primeira toma, este processo teve o apoio das respetivas autoridades de saúde locais, não se tendo verificado, em qualquer dos CAS, reações adversas graves.