IASFA COM 38 CASOS ATIVOS

Apesar de todos os esforços envidados para a mitigação do vírus, o IASFA regista, neste momento, 38 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2, que correspondem a 15 residentes e oito colaboradores do Centro de Apoio Social (CAS) de Oeiras, a um funcionário do CAS do Alfeite e a 10 colaboradores e quatro residentes do CAS do Porto. Todos os residentes e funcionários infetados estão assintomáticos ou com sintomatologia ligeira, encontrando-se em quarentena nos respetivos alojamentos e domicílios.

Contabilizam-se, assim, um total de 99 pessoas com teste positivo, das quais há quatro óbitos a lamentar e 57 já se encontram recuperadas.

Todos os residentes e funcionários das estruturas residenciais para idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

COVID-19: IASFA LAMENTA FALECIMENTO DE RESIDENTE

O IASFA lamenta o falecimento de um dos seus residentes do Centro de Apoio Social (CAS) do Porto, vítima da COVID-19. Com 91 anos de idade, o residente encontrava-se internado, desde 10 de novembro, no Hospital das Forças Armadas – Pólo do Porto . O óbito ocorreu anteontem, 17 de novembro.

Neste momento, o IASFA regista 36 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2, que correspondem a 11 residentes e sete colaboradores do CAS de Oeiras, a um funcionário do CAS do Alfeite e a 11 colaboradores e seis residentes do CAS do Porto. Todos os residentes e funcionários infetados estão assintomáticos ou com sintomatologia ligeira, encontrando-se em quarentena nos respetivos alojamentos e domicílios.

Contabilizam-se, assim, um total de 82 pessoas com teste positivo, das quais há quatro óbitos a lamentar e 42 já se encontram recuperadas.

Todos os residentes e funcionários das estruturas residenciais para idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

COVID-19: IASFA LAMENTA FALECIMENTO DE DUAS RESIDENTES

O IASFA lamenta o falecimento de duas das suas residentes, ambas do Centro de Apoio Social (CAS) do Porto, vítimas da COVID-19. Com as idades de 88 e 79 anos, as residentes encontravam-se internadas, respetivamente, no Centro Hospitalar e Universitário de S. João e no Hospital das Forças Armadas – Pólo do Porto. Os óbitos ocorreram ontem, 15 de novembro de 2020.

Neste momento, o IASFA regista 35 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2. Destes casos, 18 referem-se a 11 residentes e sete colaboradores do CAS de Oeiras. Os restantes casos ativos dizem respeito a um funcionário do CAS do Alfeite e a nove colaboradores e sete residentes, um dos quais hospitalizado, do CAS do Porto.

Contabilizam-se, assim, um total de 80 pessoas com teste positivo, das quais há três óbitos a lamentar e 42 já se encontram recuperadas.

Todos os residentes e funcionários das estruturas residenciais para idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

INAUGURAÇÃO DO ESPAÇO DE CONVÍVIO DO CAS ALFEITE

Na passada sexta-feira, 6 de novembro, foi inaugurado o Espaço de Convívio do Centro de Apoio Social do Alfeite, numa cerimónia presidida pelo Presidente do Conselho Diretivo do IASFA, Tenente-General Fernando de Campos Serafino.

Sua Excelência Reverendíssima, Capelão-Chefe e Bispo das Forças Armadas e Forças de Segurança, Dom Rui Valério, procedeu à Bênção do espaço, tendo sido acompanhado pelos capelães, Coronel António Teixeira e Comandante Licínio Luís.

A cerimónia deu início com a atuação do Coro do CAS Alfeite, constituído por beneficiários seniores liderados pelo professor de música, SMOR José Calheiros, e que antecedeu o descerramento da Placa Inaugural.

O Espaço de Convívio é uma resposta social, desenvolvida para apoiar as atividades sócio recreativas e culturais, organizadas e dinamizadas para a participação ativa das pessoas idosas.

Destina-se a todos os Beneficiários Titulares (BT) e Beneficiários Familiares (BF) com idade igual ou superior a 65 anos, ou reformados, que possuam autonomia nas atividades básicas de vida diária e que residam na área de influência do CASA (distrito de Setúbal).

O espaço iniciará as suas atividades assim que a situação restritiva, provocada pela pandemia por COVID-19, o permita.

COVID-19: IASFA COM 36 CASOS ATIVOS

(ATUALIZAÇÃO)

Apesar de todos os esforços envidados para mitigar a transmissão do vírus, o IASFA regista, neste momento, 36 casos ativos de infeção pelo SARS-CoV-2. Destes casos, 18 referem-se a 11 residentes e a sete colaboradores do Centro de Apoio Social de Oeiras. Os restantes casos ativos dizem respeito a 10 colaboradores e a oito residentes, três dos quais hospitalizados, do Centro de Apoio Social do Porto.

Contabilizam-se, assim, um total de 79 pessoas com teste positivo, das quais 42 já se encontram recuperadas. Houve um óbito a lamentar e ainda oito testes positivos que foram reconfirmações.

Todos os residentes e funcionários das Estruturas Residenciais para Idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

COVID-19: IASFA COM 32 CASOS ATIVOS

(ATUALIZAÇÃO)

O IASFA regista, neste momento, 32 casos ativos de infeção pela COVID-19. Destes casos, 17 referem-se a dez residentes e a sete colaboradores do Centro de Apoio Social de Oeiras. Os restantes 15 casos ativos dizem respeito a oito residentes e a sete colaboradores do Centro de Apoio Social do Porto.

Contabilizam-se, assim, um total de 73 pessoas com teste positivo, das quais 40 já se encontram recuperadas. Houve um óbito a lamentar e ainda oito testes positivos que foram reconfirmações.

Todos os residentes e funcionários das Estruturas Residenciais para Idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

COVID-19: IASFA COM 25 CASOS ATIVOS E MAIS DE TRÊS MIL TESTES APLICADOS

(ATUALIZAÇÃO)

Apesar de todos os esforços envidados pelo IASFA para mitigar a transmissão do vírus, foram confirmados 12 novos casos de infeção, em cinco funcionários e sete residentes do Centro de Apoio Social (CAS) de Oeiras.

Há, assim, a registar 25 casos ativos de infeção, correspondentes aos referidos novos casos, a um funcionário e um residente da UF2, também do CAS de Oeiras e a seis colaboradores e cinco residentes do CAS do Porto.

Todos os residentes e funcionários infetados do CAS de Oeiras encontram-se assintomáticos e em quarentena nos respetivos quartos e domicílios, assim como os colaboradores infetados do CAS do Porto. Dos residentes infetados neste Centro, há um hospitalizado e quatro em isolamento com sintomas ligeiros.

Até ao momento, foram realizados 3014 testes ao coronavírus nos CAS. Dos testes efetuados a residentes e funcionários, foram recebidos 2915 com resultado negativo, 36 testes indeterminados e três aguardam resultados.

Contabilizam-se, assim, um total de 66 pessoas com teste positivo, das quais 40 já se encontram recuperadas. Houve um óbito a lamentar e ainda oito testes positivos que foram reconfirmações.

Todos os residentes e funcionários das Estruturas Residenciais para Idosos do IASFA já foram testados pelo menos uma vez. O IASFA continuará a realizar testes de despistagem ao SARS-CoV-2 sempre que se justificar.

IASFA aplica testes rápidos para rastreamento ao SARS-COV2

Resultante da parceria entre o IASFA e a Cruz Vermelha Portuguesa, foi utilizada pela primeira vez, em 19 de outubro de 2020, numa Estrutura Residencial para Pessoas Idosas do IASFA, a nova tecnologia de testes rápidos de antigénio ao SARS-CoV2 (Panbio COVID-19 Ag).

Estes testes, adequados para rastreamento, deteção precoce, prevenção e mitigação do risco de contágio, e que permitem obter um resultado de forma imediata, têm sido aplicados sempre que se verifica a existência entre residentes e colaboradores de sintomatologia associada à COVID-19.

Desde o início da sua aplicação, já foi possível efetuar a despistagem desta doença a todos os 30 residentes da Unidade Funcional 2 e 19 colaboradores do Centro de Apoio Social do Porto. Dos resultados obtidos, foi possível detetar, infelizmente, 11 casos positivos, os quais foram colocados em isolamento, após coordenação com as autoridades de saúde locais.