A ERPI do CAS Porto em ano de pandemia

Desde março de 2020, que na ERPI do CAS Porto, existe o cuidado na prevenção de contágio pela COVID-19 e a preocupação de manter a estabilidade e equilíbrio emocional dos residentes.

Como promover relações se o que impera é o distanciamento? Alargámos ou restringimos as dinâmicas de grupo de acordo com a situação que fomos vivendo.

Apesar da ausência da possibilidade de toque físico, mantiveram-se as visitas de familiares, quer presencialmente, quer através das videochamadas, para todos os que o desejaram.

Quando a situação assim o permitiu, fizemos passeios de carro pela cidade, à beira-mar, ou até ao campo.

Voltámos a expandir as atividades de grupo, aumentando a sua frequência. Aproveitando a oportunidade de ter connosco um elemento recrutado através do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), licenciado em Psicologia, privilegiou-se o acompanhamento individualizado dos residentes, potenciando as competências artísticas, o que tornou possível a criação de um atelier de arteterapia.

Retomámos a comemoração de datas, como o DIA DA MULHER e o DIA DO PAI.

Por agora, aguardamos o tão esperado regresso à normalidade.

A ERPI do CAS Porto em ano de pandemia

Outras Sugestões